Receita de Moda

Receita de Moda O experiente fotógrafo Danilo Russo ensina diversas formas de iluminação na fotografia de moda em ambiente externo, locação e em estúdio. Por Tales Azzi, publicado na revista Fotografe Melhor. Na fotografia de moda a iluminação tem uma função maior do que apenas mostrar a modelo e a roupa: serve para criar “clima” que o fotógrafo pretender dar ao ensaio. Por isso, antes de decidir a iluminação, é preciso pensar na “ideia” do trabalho (o briefing). Na forma de trabalhar a luz é possível, por exemplo, criar uma atmosfera de felicidade, de sensualidade, de aconchego, de agustia… O que não é uma tarefa complicada de ser feita com um pouco de sensibilidade, explica o fotógrafo de moda Danilo Russo. “A solução de iluminação é geralmente simples, aproveitando a luz natural e a iluminação de ambientes internos”, diz; Russo ensina que um ambiente de felicidade, por exemplo, pode ser criado em externas ou interiores muito iluminados, com grandes janelas, cores claras e sombras bem suaves. A sensação de aconchego pode se produzida em um ambiente interno, com uma luz em ângulo de 45º e que chega baixa, simulando a iluminação de um abajur, com um fundo um pouco mais escuro e com tonalidade quente criada por luz de tungstênio.. Já um sentimento de angústia surge com uma luz fria, muito difusa, de cima para baixo, criando sombras embaixo dos olhos da modelo e com uma sombra de parede ou de uma grade projetada no fundo. As cores das roupas e do cenário, a produção, a maquiagem e a atitude da modelo são os outros recursos dos quais o fotógrafo dispõe para... Leia Mais

Fotos de moda com luz contínua – Parte Final

Fotos de moda com luz contínua – Parte Final Depois de duas partes publicadas aqui no blog (dias 9 e 11/06), segue a parte final com as explicações e esquemas de luz para a realização de fotos de moda com luz contínua, nesta parte Luz Fria em Fotos de Moda e Luz ao Estilo Teatral com Fresnel. A matéria foi originalmente publicada na Revista Técnica & Prática com texto de Lívia Capeli e orientação e fotografia de Danilo Russo. Confira.   Luz fria em fotos de moda O Digital Light ou Digilight é um iluminador fluorescente imposto por um refletor interno e bandeiras em alumínio espelhado. Embora seja um acessório classificado com iluminação suave a passagem da área sombreada é bem mais acentuada quando comparada com as outras luzes da categoria. Em fotos de modelos, o acessório de luz fria, quando próximo ao assunto, provoca um certo brilho na pele, e é marcante e com bastante contraste, como você pode perceber na imagem ao lado. No esquema de luz desta foto, Danilo Russo usou dois Diglights, um na lateral direita e outro na lateral esquerda da modelo, conforme a representação abaixo. A distância entre os acessórios e a modelo foi curta, cerca de meio metro. Para o fundo da foto, Danilo utilizou uma chapa de aço escovado, o que criou um clima futurista na imagem, combinando com a maquiagem e a produção. “Para chegar a este efeito é preciso que Diglight fique muito próximo à modelo e que o fundo também não seja esteja distante. Caso contrário, a tendência é o fundo escurecer, pois este tipo de luz não abrange uma grande área de iluminação”, explica o fotógrafo. Luz... Leia Mais

Fotos de moda com luz contínua – Parte II

Fotos de moda com luz contínua – Parte II Na matéria publicada na Quinta-feira (09/06). aqui no Blog e extraída da revista Técnica e Prática, a jornalista Lívia Capeli revelou alguns dos segredos do fotógrafo Danilo Russo para produzir fotografias de moda se utilizando de luz contínua. Enquanto na primeira parte o fotógrafo explicou passo-a-passo como conseguir realizar fotos de beleza com difusor e como obter luz colorida com o uso de fresnel, nesta segunda parte Danilo Russo irá explicar como obter uma Luz de sombra com Minibrut e como obter uma Luz suave com globo difusor. Confira.  Luz de sombra com minibrut O minibrut é um espécie de “calha” de luz, na qual lâmpada tipo PAR, muito semelhantes a faróis de carro, são colocadas em série ou paralelas, de 2 em 2, 3 em 3 ou em 6 em 6, cada uma com 600 Watts de potência.  É outro acessório muito utilizado em produção cinematográficas que também cria um efeito interessante em fotografia de moda. Segundo Danilo, o aluguel do equipamento em lojas de equipamentos cinematográficos é barato e pode ser feito por diárias. Entretanto, é preciso estrutura elétrica para fazer o equipamento funcionar. “É um acessório que não pode ser utilizado, por exemplo, em um estúdio doméstico, pois demanda muita potência elétrica (cerca de 3.600 Watts). Além disso, é preciso usar um cabo de força e uma régua de energia apropriados para o equipamento”, adverte o fotógrafo. Em compensação, a luz do minibrut se caracteriza principalmente como intensa e aberta, muito parecida com a luz solar. E quando usada em estúdio, pode ser rebatida funcionando muito bem como luz geral ou de preenchimento. Foi o caso da imagem... Leia Mais

Fotos de moda com luz contínua – Parte I

Fotos de moda com luz contínua – Parte I Nesta matéria, veiculada na revista Técnica e Prática,  Danilo Russo explica como como luzes de fresnéis, Diglights e até a luz piloto do flash podem proporcionar um efeito interessante nas fotos. Texto produzido pela jornalista Lívia Capeli publicado integralmente na revista, mas republicados em três partes aqui no blog devido a extensão da matéria.   Apesar da praticidade do uso o flash é acionado apenas para o momento do disparo e não durante o enquadramento. E é aí que reside uma das maiores vantagens em se trabalhar com luz contínua com ela, é possível prever o resultado final antes mesmo do clique. Além disso, a fotometria é muito mais fácil de fazer com este tipo de luz. Em contrapondo, o consumo de energia e a geração de calor aumentam relativamente. E essa última questão torna-se importante, principalmente quando se trata de fotografia de modelos. Porém, o efeito e o tom gerado valem o risco. Para mostrar na prática o resultado gerado com luz contínua, o fotógrafo Danilo Russo aponta aqui as vantagens e desvantagens desse tipo de luz e traz diversas opções de esquemas de iluminação para você usar. Confira. Fotos de beleza com difusor  Para obter uma luz suave, com sombras pouco acentuadas e de baixo contraste, Danilo Russo utilizou na foto de beleza utilizada na capa desta publicação  um esquema de luz muito simples com um globo difusor. Acoplado em uma tocha de flash comum, o acessório foi usado apenas com a luz piloto acesa do flash. Em uma girafa, o fotógrafo colocou o globo frontal à modelo, um  pouco acima da cabeça dela. Ele também usou um... Leia Mais

Fotos de moda com luz natural

Fotos de moda com luz natural Especialista dá dicas e mostra soluções para ensaios que usam apenas a luz solar e alguns acessórios. Matéria de Lívia Capelli para a Revista Técnica & prática com  fotos e consultoria de Danilo Russo. Apenas sua câmera e a luz do dia. O fotógrafo Danilo Russo, especializado em moda, prova que é possível produzir um ensaio utilizando somente a iluminação natural, sem precisar de uma parafernália de equipamentos. Para ensinar como aproveitar os diversos tipos de luz de um dia, seja ele ensolarado ou nublado, Danilo mostra didaticamente em Técnica&Prática soluções que encontrou para algumas fotos de moda produzidas por ele ao longo da carreira. Confira e aprenda com imagens de Danilo Russo, que misturam luz natural e iluminação adicional de flash ou de rebatedores. Preste atenção não só na técnica de utilização de luz, mas também no enquadramento, na composição e na linguagem de cada foto.   Sol a pino  Segundo Danilo, todas as horas do dia podem ser aproveitadas para fotografar. Porém, é preciso ficar atento às condições de luz e trabalhar com a técnica correta. Nas sessões de fotos em externas, a melhor opção é clicar com sol direto entre 7h e 10h, pela manhã, ou 16h e 18h, à tarde. Vale lembrar também que a luz direta muda muito em função da época do ano. Entretanto mesmo nas horas centrais do dia, também é possível tirar proveito da luz proporcionada pelo sol forte. A foto ao lado é um bom exemplo. Feita por volta das 13h com o sol a pino, a imagem foi registrada em p&b (também pode ser capturada em RAW e convertida... Leia Mais

Como usar acessórios para o controle da luz

Como usar acessórios para o controle da luz Dicas para você utilizar rebatedores, difusores e bloqueadores para fotos de moda e book ao ar livre ou em estúdio. Texto de Lívia Capelli e fotos e consultoria de Danilo Russo. Acessórios simples e baratos, eles podem ser improvisados ou adquiridos em lojas especializadas. Tendência em fotos de moda da década de 1989, quando eram utilizados para compensar a iluminação em sessões realizadas sob a luz direta do sol, os rebatedores para controlar a iluminação no estúdio ou suavizar a luz de uma imagem clicada à sombra, em dias nublados ou períodos de sol fraco. Parte integrante da família dos rebatedores, o difusor é usado para “filtrar” a luz dura de sol direto ou de uma fonte de luz artificial. Ele a deixa suave e difusa, gerando imagens com muito mais volume. Já o bloqueador assume o papel de “cortar” a luz enquanto os rebatedores a refletem. Especialista em fotos de moda, Danilo Russo preparou uma sessão de fotos no estúdio e outra em externa para mostrar na prática como solucionar problemas e criar efeitos usando rebatedores, difusores e bloqueadores. Aprenda com os exemplos mostrados a seguir. Estúdio – Correção de defeito com bloqueador No estúdio, como não precisa dobrá-los para transporte, Danilo costuma fazer uso de rebatedores, difusores e bloqueadores de placas de isopor em diversos tamanhos, papel vegetal ou qualquer outra superfície rebatedores reflexiva. Já em fotos externas, ele leva rebatedores 5 em 1 comprados em lojas especializadas, pois são versáteis e fáceis de dobrar. Para mostrar na prática como usar os acessórios no estúdio, Danilo preparou dois esquemas de luz: na foto à esquerda usou um... Leia Mais

Quer mais cursos e dicas de fotografia?